sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

O Banquete de Belsazar


O Banquete de Belsazar

Dn. 5.1-5
Introdução
Uma das maneiras de Deus falar aos homens é através da sua escritura, e para falar aqui com o neto de Nabucodonosor, esse Belsazar, Ele usa justamente este meio de comunicação. E através dela Deus manda uma palavra pesada a este homem que tem um significado em seu nome muito bonito.
Belsazar na língua dos caldeus, quer dizer “Líder do Senhor!”
Repare que o nome de Belsazar já vem com uma influência do seu avô, porque Nabucodonosor se converteu e passou agora a honrar o Senhor e a influenciar os seus descendentes.
Mas acontece que agente ter um avô salvo, um pai salvo, não é garantia de sermos salvos; porque a salvação é algo individual, pessoal. A pessoa tem que buscar a sua salvação.
Ez. 18.20 - A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai levará a iniquidade do filho. A justiça do justo ficará sobre ele e a impiedade do ímpio cairá sobre ele.
Então esse Belsazar tem um nome que já está louvando a Deus, mas a vida dele, não condiz com o nome que ele tem. Veja: ele tem um nome que honra a Deus, mas ele não tem o temor de Deus. Ele não obedece a Deus, ele não segue a Palavra de Deus. Pelo contrário; ele é um homem escarnecedor.
Belsazar, sendo rei, acha que tudo pode. O ser humano é sempre assim. Ele acha que pode tudo, que é auto-suficiente, não depende de ninguém, não tem que dar satisfação pra ninguém. Ele faz e acontece.
Então Belsazar convoca uma festa no palácio da Babilônia, chama os mil maiores políticos do seu reino, convida também as esposas e ele diz para os seus ministros, governantes e políticos: podem trazer inclusive as concubinas – amantes. Porque vai ser uma festa como nunca houve na Babilônia. E ele Belsazar dá um banquete que se transforma numa verdadeira orgia.
Acontece que no meio daquela balburdia, onde as pessoas estão completamente descontroladas, dando lugar à carne, dando lugar ao diabo, esse Belsazar resolve escarnecer de Deus.
Ele se sentido todo poderoso, embriagado, cheio de vinho, dá ordem – olha só o que tinha a ver isso no meio da festa – Ele faz isto justamente para mostrar o desprezo dele pelo Deus do seu avô Nabucodonosor.
Ele dá ordem: “Tragam os utensílios sagrados que Nabucodonosor trouxe de Jerusalém, tragam os vasos do templo de Jerusalém que Nabucodonosor trouxe para a Babilônia, que agora nós vamos beber vinho naqueles vasos!”.
E ele manda distribuir os vasos entre os mil convidados e manda servir vinho nos vasos que eram exclusivos da casa de Deus. Ele escarnece das coisas sagradas – Profana –
Mas porque ele está tomando esta atitude? Por causa da bebida forte que ele havia tomado. Veja comigo o que diz Salomão. Veja o testemunho que a Palavra de Deus dá sobre a bebida forte. O que acontece quando uma pessoa se embriaga.
Pv. 20.1 - O VINHO é escarnecedor, a bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar nunca será sábio.
A pessoa quando se embriaga se enche de bebida forte, deixa de ser sábia; e quem não é sábio é tolo. E Belsazar, o “Lider do Senhor”, que deveria ser um líder mesmo, faz o papel de tolo, porque cheio de vinho, começa a escarnecer.
E eles bebem, e se divertem e dão risadas, fazem um verdadeiro bacanal (festa do deus Baco); eles estão numa orgia frenética na Babilônia. Eles estão achando que a vida é isto mesmo: festa, bebida, mulheres e poder.
Talvez Belsazar estivesse dizendo aos seus convidados: aproveitemos a vida porque a vida é curta. Mas ele não imagina quão curta é a vida que ele tem. Mas ele não pensa nisso. Ele acha que vai viver par sempre.
Repare que quando a pessoa bebe, faz besteira. Sujeito é pacato, calmo, mas quando ele bebe uma bebida forte, fermentada, fica valente, fica rico...
Belsazar deu lugar ao diabo e foi possesso por um espírito escarnecedor.
No terreiro, quando a pessoa que incorpora, a entidade o faz beber duas, três, quatro garrafas de pinga. O diabo se sente mais livre para se manifestar e operar na vida de uma pessoa que se embriaga.
É por isso que Paulo aconselha:
Ef. 5.18 - E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito.
Hoje, praz aos céus que você saia daqui cheio do Espírito Santo de Deus.
Belsazar, o “Líder do Senhor”, resolver beber vinho e bebida forte nos vasos exclusivos do templo de Deus.
Porém. No momento em que eles estão no ápice da orgia, uma mão, uma mão apenas, sem braços, sem corpo aparece e, em frente ao castiçal, onde tinha luz, – e não é por acaso que foi ali –, começa escrever algumas palavras na parede caiada.
A parede estava toda pintada de branco e essa mão começa a escrever algumas palavras ali.
Belsazar que estava sentado no seu trono, bêbado, olha e vê a mão escrevendo, uma mão parecida com a mão de um homem, e aí pensa que aquilo é uma ilusão da bebida. Mas, ao continuar olhando percebe que não é ilusão, e as pessoas que estão à sua volta, vendo o rei com os olhos fixos na parede, começam a olhar também e aqueles mil convidados, mais as suas esposas e as suas concubinas, passa a olhar todos na mesma direção.
A Mão escrevendo na parede caiada, a mão está lá para todos ver. E quando Belsazar se dá conta de que aquilo não é visão de ótica, que de fato é uma mão e a escritura está ficando na parede, fica possuído de um pavor. Mas um pavor indescritível.
A espinha dele relaxa, ele perde a postura de um monarca, ele desfalece. Os joelhos começam a pular sozinhos, começa a tremer a bater um no outro. Ele fica pálido, perde a fala, ele está branco, ele está assustado. Parece que toda a bebedeira dele passou naquela hora.
Parece que naquele momento o efeito do álcool desapareceu e ele fica sóbrio e com muito medo vendo aquela escritura.
Então ele já convoca os magos, os astrólogos os adivinhos, imediatamente convoca seus sábios e pede uma interpretação daquela escritura; mas nem os magos nem os astrólogos nem os adivinhos conseguem interpretar o que está escrito ali.
Primeira coisa: A mão vai escrever onde está o candeeiro, o castiçal, onde está a luz, mostrando que a palavra é luz.
Segunda coisa: Na parede caiada, na parede pintada de branco, mostrando que a Palavra de Deus é pura. Mostrando que a Palavra de Deus pode frequentar os piores lugares, das piores orgias, os lugares mais tenebrosos e mesmo assim ela permanece pura. (A luz não se contamina)
Porque o que estava acontecendo no palácio era um indescritível mundanismo, tal a perversidade, tal a profanação, mas mesmo assim a Palavra de Deus se manifesta ali mostrando que Deus leva sua Palavra aos piores lugares.
Isto nos mostra irmãos que nós não devemos falar de Cristo aqui só na igreja Mas levar a palavra aos piores lugares.
O que foi que o Senhor Jesus disse?
Lc. 5.32 - Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento “
Então a mão de Deus se manifesta ali no meio daquela orgia. Deus sabia do que estava acontecendo ali? Sabia! Deus estava vendo toda aquela obscenidade? Estava! Era do conhecimento de céu? Era! E por causa disto Deus deixou de enviar a sua palavra? Não!
Então tira da tua cabeça aquela idéia de que aquele teu vizinho que é um jogador, um viciado, um traficante, um bandido. Aquela tua vizinha que é uma macumbeira, uma feiticeira; Tira da tua cabeça a idéia de que eles são indignos de receber a palavra de Deus.
Se você não levar a palavra a essas pessoas, Deus vai providenciar até uma mão sem corpo, mas Ele vai levar a palavra. Mas para que você não deixe isto acontecer, abre a tua boca e anuncia que Jesus Cristo é o Único Salvador.
Anuncie pra aquele alcoólatra, anuncia pra aquele bandido, anuncia até para aquela prostituta, anuncie para aquele homossexual, porque na hora em que a palavra estiver sendo pregada, ainda que o traficante esteja doidão, ainda que o alcoólatra esteja zonzo, a Palavra de Deus vai deixar ele com as juntas tremendo. Ele vai saber que não é a tua boca, mas a Palavra de Deus que está falando com ele. Prega em todo o tempo e em todos os lugares!
O que aconteceu com Belsazar? Passou imediatamente a bebedeira. Chamem os astrólogos e os adivinhos.
É uma coisa incrível. A pessoa procura solução para os enigmas sempre com essa gente. Repare: Ah, eu vou na cartomante saber porque nada dá certo na minha vida!
Ah, eu vou ali para ela lê a minha sorte! Outro diz vou jogar búzio, vou ligar aí para 0800 e fazer uma consulta para meu horóscopo.
Puxa a vida! A pessoa quer saber a solução de problemas, quer desvendar enigmas, mas sempre procura essa gente?! Sempre procura os astrólogos os adivinhos, as cartomantes da vida? Vai procurar a mãe de santo?. É sempre assim!
Mas bem aventurados aqueles que quando estão com um problema não procura nem a cartomante, nem a benzedeira, nem o adivinho nem o astrólogo mas procura o Deus todo-poderoso, procura o único e verdadeiro Deus . Bem aventura aquele que sabe aquilo que Deus tem reservado para o homem. Só Ele pode desvendar.
Belsazar faz a primeira opção – errada. Os adivinhos, os astrólogos são convocados e não advinha nada! Sabe por quê? Porque as palavras que estão escritas lá na parede foram escritas pela mão de Deus.
Como que o ímpio vai entender a Palavra de Deus?
Repare que nenhum astrólogo nem adivinho que Belsazar chamou consegue ler a escrita na parede; porque a escritura de Deus não é pra essa gente.
Lc. 8.10E ele disse: A vós vos é dado conhecer os mistérios do reino de Deus, mas aos outros por parábolas, para que vendo, não vejam, e ouvindo, não entendam.
Tem gente que diz: ah, eu leia a Bíblia, mas não entendo nada, leio, leio e não compreendo, não consigo entender. Lógico! Se você não tem o Espírito de Deus, você não vai entender mesmo; porque Deus não revela os seus mistérios para o ímpio escarnecer.
Jesus falou:
Mt.7.6 - "Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem”
Porque a pessoa sem o Espírito de Deus está nesta condição: como se fosse um animal irracional.
Mas pastor você não fala que a gente tem pregar para todo mundo!?
Pois é: Pregar sim para todo o mundo. Agora, a Palavra ser pregada pelo ímpio, de forma nenhuma. A palavra ser interpretada pelo ímpio? Ele só vai fazer confusão.
Pregar nós temos que pregar para todo o mundo, não importa quem. Agora, você pensa que o ímpio pode pegar o Evangelho Eterno, lê, entender e explicar para os outros?
Ele pode entender a pregação – É por isso que Daniel vai ser chamado agora – porque Daniel é de Deus. E Daniel não só vai ler a escrita na parede como vai interpretar, e vai falar com toda aquela gente ímpia que está ali escarnecendo.
Não só o rei Belsazar como os outros irão ouvir e irão entender.
Eu aprendo aqui, igreja, que não adianta pegar a Bíblia e entregar para as pessoas e falar: Olha, lê este livro! Chegar para as pessoas que não tem intimidade com Deus e dá uma Bíblia de presente para Ele. Olha, mesmo que ele leia, ele não vai entender, porque aqui tem mistérios de Deus que o ímpio não pode desvendar.
O exemplo do engenheiro que zombou do pregador...
Agora aquele que é de Deus, conhece os mistério de Deus...Então você abre a sua boca com poder e autoridade e ninguém poderá resistir a palavra de sabedoria que vai sair da tua boca. A palavra que você falar, será ungida pelo Espírito Santo de Deus. Será uma palavra profunda, poderosa que desvenda os segredos da alma.
Quando o servo de Deus fala, o ímpio entende. Está compreendendo porque tem que ter gente para pregar? O problema do Brasil não é distribuir Bíblia, não. A maioria das casas tem Bíblia, e elas estão em cima de móveis, aberta, decorando ambientes.
O Brasil está faltando Bíblia? Não! O Brasil está faltando pregadores ungidos por Deus. E você pode ser um deles. A partir de hoje você pode dizer pra Deus: “Eu quero ser um pregador da tua palavra, eu quero disseminar os teus mistérios no mundo! Eu quero anuncia que o Senhor reina, eu quero anunciar que o Senhor Jesus é o Salvador”.
É disso que o Brasil está precisando: pessoas que preguem a Palavra. O Brasil precisa de pregadores. Homens e mulheres que conheçam a Palavra, que tenham intimidade com Deus, a quem Deus revela os seus mistérios.
O Brasil não precisa de místicos, de adivinhos de sábios, O Brasil precisa de pessoas que leiam, entendam e expliquem a Palavra de Deus!
Daniel é chamado!
Belsazar, diz pra Daniel:
Dn.5.13 - Então Daniel foi introduzido à presença do rei. Falou o rei, dizendo a Daniel: És tu aquele Daniel, um dos filhos dos cativos de Judá, que o rei, meu pai, trouxe de Judá?
– Daniel respondeu: Sim, sou eu!
Veja Belsazar está chamado Daniel de Daniel mesmo; e não de Beltessazar, o nome pagão que Nabucodonosor havia colocado. Porque Nabucodonosor se converteu e passou a chamar Daniel de Daniel.
Então ele diz: És tu aquele Daniel? Daniel diz: sou eu.
Dn.5.14 - Tenho ouvido dizer a teu respeito que o espírito dos deuses está em ti, e que em ti se acham a luz, e o entendimento e a excelente sabedoria.
Veja que Belsazar acredita em vários deuses.
Dn.5.15 - Eu, porém, tenho ouvido dizer de ti que podes dar interpretação e resolver dúvidas. Agora, se puderes ler este escrito, e fazer-me saber a sua interpretação, serás vestido de púrpura, e terás cadeia de ouro ao pescoço e no reino serás o terceiro governante.
– Eu vou colocar uma roupa escarlate em você, eu vou te vestir de púrpura e eu vou manda colocar uma cadeia de ouro em teu pescoço, e você será o terceiro dominador do meu reino – Você aceita Daniel?
Daniel olhou a escrita na parede; soube na hora qual era a interpretação, e ele sabia que não podia aceitar os presentes de Belsazar. Porque os presentes que o rei estava prometendo poderiam corromper a pregação daquela palavra.
Daniel reponde a Belsazar:
Dn.5.17 - Então respondeu Daniel, e disse na presença do rei: As tuas dádivas fiquem contigo, e dá os teus prêmios a outro; contudo lerei ao rei o escrito, e far-lhe-ei saber a interpretação.
Daniel rejeita os presentes do rei porque ele sente que se fizer isso ele estará vendendo a Palavra de Deus; e ele sente também que ficará subordinado ao rei, e ele não pode se subordinar a ninguém. Ele é um homem de Deus. Dinheiro, dádivas, honra, poderão corromper a mensagem que ele tem para entregar. Por isso ele diz: “Eu não quero nada, contudo farei a leitura e sua interpretação”.
Ele não se vende. Ele não entrega a Palavra a troco de presentes, Daniel quer ter independência para falar a palavra, porque a palavra que ele vai falar é uma palavra pesada, é uma palavra de juízo. Mas não é a sua palavra, é a palavra de Deus.
O pregador não pode estar subordinado a ninguém. Já pensou o pregador que diz: “Ah, não vou falar tal coisa porque os católicos vão ficar com raiva de mim; não vou falar isto ou aquilo porque vou ferir os espíritas, não posso dizer isto ou aquilo outro porque vai ofender os budistas, por exemplo. Já pensou: Que tipo de mensageiro é este?
Daniel não aceita os presentes do rei porque ele quer ter independência para trazer o recado de Deus a Belsazar. Os tesouros não lhe interessam ainda que viessem a ser úteis, mas ele não quer vincular aquilo com a pregação da Palavra. – Este é o verdadeiro pregador! Este é o verdadeiro homem de Deus que não subjuga seu ministério a acordos com ninguém.
O único compromisso que ele tem é com a Palavra de Deus. O seu único desejo é pregar a Palavra tal qual ela é; agrade a quem for. E a palavra que Daniel agora vai interpretar, é uma palavra que vai desagradar o rei Belsazar. Por isso ele diz: “Eu não quero os teu spresentes, não”- Daniel é um exemplo para nós!
Então Daniel diz: “Eu não quero os teus presentes, contudo farei a interpretação”
E Ele passa, então a fazer a interpretação. Acompanhe comigo o que estava escrito:
Dn.5. 25 -  Este, pois, é o escrito que se escreveu: MENE, MENE, TEQUEL, UFARSIM.
Daniel vai ler e interpretar. Antes porém é bom que se diga isto:
Dn.5. 18-24- Ó rei! Deus, o Altíssimo, deu a Nabucodonosor, teu pai, o reino, e a grandeza, e a glória, e a majestade.
19  E por causa da grandeza, que lhe deu, todos os povos, nações e línguas tremiam e temiam diante dele; a quem queria matava, e a quem queria conservava em vida; e a quem queria engrandecia, e a quem queria abatia. 20  Mas quando o seu coração se exaltou, e o seu espírito se endureceu em soberba, foi derrubado do seu trono real, e passou dele a sua glória. 21  E foi tirado dentre os filhos dos homens, e o seu coração foi feito semelhante ao dos animais, e a sua morada foi com os jumentos monteses; fizeram-no comer a erva como os bois, e do orvalho do céu foi molhado o seu corpo, até que conheceu que Deus, o Altíssimo, tem domínio sobre o reino dos homens, e a quem quer constitui sobre ele. 22  E tu, Belsazar, que és seu filho, não humilhaste o teu coração, ainda que soubeste tudo isto. 23  E te levantaste contra o Senhor do céu, pois foram trazidos à tua presença os vasos da casa dele, e tu, os teus senhores, as tuas mulheres e as tuas concubinas, bebestes vinho neles; além disso, deste louvores aos deuses de prata, de ouro, de bronze, de ferro, de madeira e de pedra, que não vêem, não ouvem, nem sabem; mas a Deus, em cuja mão está a tua vida, e de quem são todos os teus caminhos, a ele não glorificaste. 24 Então dele foi enviada aquela parte da mão, que escreveu este escrito.
Daniel antes faz um relatório a Belsazar, dizendo. “Olha rei: o teu avô Nabucodonosor foi o rei mais poderoso da terra. Ele recebeu tudo aquilo de Deus, Deus o exaltou. Nabucodonosor tinha poder para matar e para deixar viver, para rebaixar e para elevar. Mas quando Nabucodonosor, teu avô se ensoberbeceu, ficou cheio de orgulho, e ficou achando que ele era Deus, então Deus o humilhou.
Mudou o coração dele de coração de homem para coração de animal; fez ele habitar com os jumentos, fez ele comer grama. Tudo isto aconteceu com Nabucodonosor, por causado seu orgulho. Até que ele caiu em si e reconheceu que Deus reina e que ele dá o reino para quem Ele quer.
Ai o teu avô se converteu. E você Belsazar, sabendo disso, olha só!.”Sabendo disso – quer dizer que a história era conhecida pelo rei, você não fez caso, não tomou conhecimento, e o que é pior:mandou buscar os vasos sagrados do templo de Jerusalém, consagrados a Deus e você deu para que os seus grandes os seus maiorais, bebessem vinho e bebida forte; e deu para suas mulheres e as suas concubinas.
Você escarneceu das coisas sagradas- Veja Daniel não está poupando Belsazar, nem a família dele. Não poupou nem os antepassados.
Olha o teu avô era um ímpio até que se converteu. Você sabia de tudo isso e fez pior do que ele – Daniel não está poupando o homem- está entregando a mensagem. E ai ele vai fazer a interpretação que está aqui a partir do verso 25.
Dn.5.25  Este, pois, é o escrito que se escreveu: MENÊ, MENÊ, TEQEL, PARSIM.
Dn.5.26 Esta é a interpretação daquilo: MENÊ: Contou Deus o teu reino, e o acabou.
Veja que a palavra MENÊ, foi escrita 2 vezes, MENÊ, MENÊ
MENÊ quer dizer numerar e também contar. Numerou Deus teu reino; contou Deus o teu reino e o acabou
Dn.5.27  TEQEL: Pesado foste na balança, e foste achado em falta.
Deus, Ele pesa as obras das pessoas. O que elas fazem.
Veja que Deus trabalha com uma balança.
I Sm 2.3 - Não multipliqueis palavras de altivez, nem saiam coisas arrogantes da vossa boca; porque o SENHOR é o Deus de conhecimento, e por ele são as obras pesadas na balança.
Dn.5.27 - TEQEL –Pesado foste na balança e foste achado em falta.
Dn.5.28  PERES: Dividido foi o teu reino, e dado aos medos e aos persas.
PERES, aqui está englobada na palavra PARSIM, Significam a mesma coisa, só que PARSIM está no plural.
A palavra PERES tem dois significados: Dividido e Pérsia.
Então Daniel entendeu que o reino estava agora dividido e seria dado aos persas. Leu a palavra do jeito que ela estava.
Dn.5.28  Então mandou Belsazar que vestissem a Daniel de púrpura, e que lhe pusessem uma cadeia de ouro ao pescoço, e proclamassem a respeito dele que havia de ser o terceiro dominador no governo do seu reino.
Daniel falou: “Eu não quero os teus presentes, mas mesmo assim ele recebe. Recebe a roupa púrpura, o terceiro lugar no reino e a cadeia de ouro no pescoço.
Ele havia rejeitado, mas foi recompensado, porque entregou a Palavra de Deus. Quando o pregador entrega a palavra ele é recompensado. Daniel já está velho, deve ter aproximadamente uns 85 anos. Estas coisas que ele esta recebendo de presente, já não têm valor nenhum pra ele porque Daniel é um homem espiritual.
Agora, quero te mostrar que o Senhor Jesus vai além da recompensa que Belsazar deu para Daniel. Porque a recompensa dos reis deste mundo são limitadas; são recompensas que apodrecem e são recompensas que as vezes servem para escarnecer.
O vestido púrpura que foi colocado em Daniel; você vê que Jesus, quando ia ser crucificado colocaram uma capa escarlata sobre ele. Colocaram um vestido púrpura sobre Ele.
Então esse tipo de honra que os reinos da terra dão é uma recompensa que não favorece ninguém. A mesma recompensa que Belsazar está dando para Daniel, Pilatos e Herodes deram pra Jesus. Mas qual foi o intuito daquela recompensa que deram pra Jesus? Zombar dele. – Olha aí o rei dos judeus.
Jesus não está querendo que você busque a recompensa dos homens mas, que você busque a recompensa de Deus, porque ao invés de uma capa vermelha, o Senhor Jesus vai te colocar um roupa branca resplandecente, ao invés de colocar uma corrente de ouro no teu peito, ele vai colocar uma coroa de glória em tua cabeça e ao invés de ser o terceiro no reino, você vai sentar-se juntamente com Ele no Trono!
A Recompensa de Jesus é muito mais interessante do que a recompensados homens.
Outra coisa que eu quero te mostrar.
A ira de Deus sobre Belsazar foi porque ele profanou os vasos sagrados colocando coisa imunda dentro; bebida forte e usando-os numa orgia desenfreada.
Eu quero te mostrar agora que isto se aplica a cada uma pessoa. Porque nós seres humanos, fomos criados do barro, do pó da terra;fomos criados pelas mãos de Deus.
A Bíblia diz que nós somos como o barro e Deus como o oleiro –o que fabrica vasos.
Is. 64.8Mas agora, ó SENHOR, tu és nosso Pai; nós o barro e tu o nosso oleiro; e todos nós a obra das tuas mãos.
Veja comigo, também..
II Co. 4.7Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.
Queridos! Cada um de nós é um vaso de Deus. Nós fomos criados como um vaso de Deus, mas nós somos um vaso de barro porém Deus quer que este vaso seja cheio de coisas boas e não de profanações. Nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus. Então nós somos vasos sagrados.
E se você pega esse vaso e começa a contaminá-lo com coisas que desagradam a Deus, a sentença que Deus mandou contra Belsazar, acaba vindo também para a tua e a minha vida, porque você está profanando uma coisa sagrada. O teu corpo é sagrado.
Você acha que você pode fazer o que quiser com esse vaso que Deus te deu para que tu usasse?, fumando, bebendo se prostituindo, usando drogas, perdendo noites de sono nas baladas? Você acha que pode continuar contaminando seu corpo do jeito que você anda fazendo?
O teu corpo é o Templo do Espírito Santo de Deus. Não se encha de vinho nem de bebida forte, mas se encha do Espírito Santo de Deus! Não deixe seu corpo ser profanado nem amaldiçoado, porque teu corpo é um vaso sagrado. Não use para fazer coisas que desagradam a Deus; porque se não esta mesma sentença, será dada a você.
Veja o que diz Apocalipse cap. 6
Ap. 6.1-3   E, havendo o Cordeiro aberto um dos selos, olhei, e ouvi um dos quatro animais, que dizia como em voz de trovão: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer. E, havendo aberto o segundo selo, ouvi o segundo animal, dizendo: Vem, e vê.
v.4 - E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra, e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.
v.5E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi dizer ao terceiro animal: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo preto e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança na mão.
v.7E, havendo aberto o quarto selo, ouvi a voz do quarto animal, que dizia: Vem, e vê.
Agora vamos associar os quatro cavaleiros do Apocalipse com as quatro palavras que Deus escreveu na parede caiada do palácio de Belsazar, perto da luz.
MENÊ, MENÊ –Numerado e contado –numerado por quem sabe contar; contado por quem sabe contar. A pessoa que sabe contar e numerar ela tem que ser fiel para que não pule a numeração.
Então veja:
O primeiro MENE (contado), é o verso 2.
Ap. 6.2 2 E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer
O Juízo sempre começa por Ele, porque a numeração que Ele faz é verdadeira e fiel.
O segundo MENE- (contado) é o verso 4
Apc.2.4 - E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra, e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.
O que aconteceu com Belsazar quando ele viu a mão ali escrevendo? Ele tremeu, perdeu a paz.
Aqui é o segundo MENE- o cavalo vermelho.
TEQEL  está no verso 5
Ap.5.5E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi dizer ao terceiro animal: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo preto e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança na mão.
Isto continua valendo. Tudo que rolou na vida de Belsazar vai rolar na nossa vida também. O mesmo princípio. MENÊ,MENÊ, TEQEL, PARSIN.
PARSIN o que era? Dividido e Pérsia.
Veja o verso 8, o quarto cavalo do Apocalipse:
Ap. 5. 8 E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra, com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra.
Uma divisão; PEREZ(PARSIN no plural) Divisão e Pérsia- você vai ver no livro de Daniel que o príncipe da Pérsia se opõe ao anjo do Senhor. O príncipe da Pérsia, neste contexto é Satanás.
Divido e Pérsia – A sentença sobre Belsazar: “ O teu reino será dividido e dado aos persas”.
Qual será a sentença aqui em Apocalipse nos últimos tempos, quando todos olharão e verão? – Divisão.
Vai haver uma separação entre justos e ímpios. Serão divididos uns para A direita e outros para a esquerda. Divisão e PEREZ. O príncipe da pérsia- Satanás.
Os que forem divididos ali, a morte e o inferno os acompanham. Essas pessoas ficarão na mesa situação em que Belsazar se encontrava.
O que aconteceu com Belsazar, não ficou no passado, vai acontecer no futuro com todo aquele que, de posse do vaso que é do senhor, usá-lo em profanação- Acontecerá no futuro com todos aqueles que não guardam o seu vaso- sua vida em santificação.
Veja qual foi o fim de Belsazar (pra terminar a mensagem)
Daniel acabou de fazer a interpretação, é compensado por Belsazar, mas o que acontece com o rei?
Dn.5.30 - Naquela noite foi morto Belsazar, rei dos caldeus.
Aquele homem estava tão perto da morte e tão perto do inferno. A morte e o inferno o segui-o até o seu palácio, porém ele nem imaginava que estava tão perto do fim. Naquela mesma noite ele morreu.
Qual foi o destino desse homem? Nem precisa responder!
Eu quero chamar tua atenção pro seguinte. Alguém poderia dizer: “Coitado do Belsazar! Ele fez aquelas besteiras porque estava bêbado; ele escarneceu porque estava bêbado.
Não, não foi pro causa da bebida, porque depois que ele viu a mão escrevendo na parede, ele ficou muito sóbrio.
Ele fez aquelas coisas porque não tinha o temor de Deus. A mão de Deus que escreveu na parede foi a mesma que contou, que numerou, que pesou na balança e que desceu com a espada do juízo sobre aquele ímpio.
A bebida não é desculpa para a pessoa fazer coisas erradas. Elas podem valer no tribunal dos homens, algo que atenua o teu estado, mas no tribunal de Deus, isso não vale não. Deus não levou em consideração que Belsazar estava embriagado, porque Belsazar conhecia a Palavra de Deus.
Veja novamente o verso 22 do capitulo 5 de Daniel.
Dn.5.22E tu, Belsazar, que és seu filho, não humilhaste o teu coração, ainda que soubeste tudo isto.
Belsazar sabia quem era o verdadeiro Deus.
Você pensa que alguém vai chegar lá diante do trono de Deus, na hora em que for divido e na hora do TEQEL, vai falar pra Deus: Ah, isso é injusto eu não sabia”! Deus não condena ninguém inocente. A pessoa sabe.
Quantas vezes a Palavra está sendo pregada em todo o lugar? A coisa mais divulgada é que a pessoas precisa ter um encontro com Cristo, Quem não conhece a história de Cristo?
Belsazar foi desculpado? Não, claro que não, ele sabia quem era Deus, porque havia exemplo na própria família. A palavra que veio para Belsazar, já é uma palavra de sentença, e antes de dar a sentença, Daniel leu os autos do processo.
Dn.5.23 - E te levantaste contra o Senhor do céu, pois foram trazidos à tua presença os vasos da casa dele, e tu, os teus senhores, as tuas mulheres e as tuas concubinas, bebestes vinho neles; além disso, deste louvores aos deuses de prata, de ouro, de bronze, de ferro, de madeira e de pedra, que não vêem, não ouvem, nem sabem; mas a Deus, em cuja mão está a tua vida, e de quem são todos os teus caminhos, a ele não glorificaste.
Está claro, quem não sabe disso? Os crentes os protestantes estão cansados de falar: Não adore ídolos; não ajoelhe-se diante de imagem nenhuma! Não se curvem diante delas, não dê honra nenhuma a outro deus, não preste culto a nenhuma divindade, não faça oferenda pra outros deuses, não faça despachos, não dê obrigações proa nenhuma entidade, não acenda vela pra nenhuma padroeira, pra nenhum padroeiro, pra ninguém. Estamos sendo repetitivos!
O Verdadeiro Evangelho está sendo pregado a exaustão!
A humanidade não tem desculpa, Belsazar não teve desculpa.
Por isso hoje, antes que aconteça com você o que aconteceu com Belsazar, arrependa-se, porque o quarto cavaleiro do Apocalipse já montou o seu cavalo e a morte e o inferno os acompanha e assim como aconteceu com Belsazar, pode acontecer com você. Nesta mesma noite.
O que diz o verso 30 do capítulo 5 de Daniel?
Dn.5.30 - Naquela noite foi morto Belsazar, rei dos caldeus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário